segunda-feira, 11 de junho de 2007

Feliz Dia dos Namorados!

Não sei nem saberei explicar o porquê de eu ser demasiadamente romântico. Procuro e consigo encontrar em quase todas as coisas da vida algo de poético. Sofro por não viver quase nada do que sonho. Não tenho um amor verdadeiro para quem eu possa expressar tudo de belo e grandioso que consigo absorver do mundo. Quando falo em amor verdadeiro, leia-se amor recíproco, pois não se pode conceber amor solitário. Amor só existe se emanado por duas pessoas, e inexistem disposições em contrário; todo o resto é paixão, desejo, obsessão ou qualquer outra espécie de sentimento. Tempos atrás, eu me considerava um cara bastante cético, mas confesso estar começando a acreditar em destino, e o meu parece ser a solidão eterna. Sei que não deveria escrever essas palavras aqui, mas o faço como forma de exteriorizar o que não consigo mais guardar comigo! A data que se aproxima só me faz lembrar o quanto dói a constatação de que estou sozinho; é uma espécie de espelho que reflete a alegria dos casais apaixonados e, ao mesmo tempo, a dor daqueles que estão sem companhia. Por mais que eu tente demonstrar alegria, meus olhos plangentes não conseguem mais ocultar minha tristeza infinda. Somente o apego ao trabalho me dá motivação para me levantar e seguir em frente. Às vezes me descontrolo e explodo, pois nem mesmo os mais fortes nervos conseguem resistir às torturas impostas pela solidão. Mesmo assim, faço um esforço tremendo para cultivar a leveza do ser e jamais manter a alma pesada (credo!). Um dia o amor irá bater à minha porta, eu sei...
Vou afogar minhas mazelas emocionais amanhã no show do Jorge Vercilo! FELIZ DIA DOS NAMORADOS!

(Se eu continuar escrevendo coisas desse teor, vou acabar mudando o nome do blog para "Café Confessional").

4 comentários:

Williams Vicent disse...

o amor, mas o que será o amor? o amor será senão solidão? cristao/incondicional/inexistente? se existe, eu espero que pulemos o dia 12, o dia dos presentes capitais (embora seja motivo sim para estar a dois) e passemos a presentear todo dia. agora, quem??

Ana Maria disse...

Viva cada momento.A solidão é necessária,assim como o amor,o carinho,a dança,o ar,o sorriso,o choro...Muitas vezes estamos sorrindo acompanhados de uma multidão,quando tudo o que queremos é na verdade,muito simples,mas difícil de encontrar ou ter.

andrezapp disse...

Fiquei tão feliz em falar c vc... Saudades d++++
Li, o q vc escreveu no dia dos namorados e... é engraçado, mas eu pensar a mesma coisa!
Mas, eu tb ainda acredito, que amor ainda vai bater na minha porta rsrsrsrsrs. Amoooo mto vc! Fica com Deus! Bjs

andrezapp disse...

Fiquei tão feliz em falar c vc... Saudades d++++
Li, o q vc escreveu no dia dos namorados e... é engraçado, mas eu pensar a mesma coisa!
Mas, eu tb ainda acredito, que amor ainda vai bater na minha porta rsrsrsrsrs. Amoooo mto vc! Fica com Deus! Bjs