terça-feira, 31 de março de 2009

Jorge Vercillo lança "Trem da minha vida"

O cantor Jorge Vercillo acaba de lançar seu mais novo trabalho, o DVD Trem da minha vida, registro de show gravado nos dias 31 de outubro e 01 de novembro de 2008 no Canecão. O repertório é pautado, em sua maior parte, pelas canções do último disco, "Todos nós somos um", além de alguns sucessos de carreira e a faixa-título, inédita, um reggae composto por Vercillo em homenagem à mãe dele. As canções antigas apresentam uma nova roupagem, com destaque para Signo de ar, permeada de belos arranjos que propiciam um delicioso clima lounge (palavra inglesa que significa lugar de descanso, leveza). Homem-Aranha foi totalmente reformulada e recebeu elementos jazzísticos. A onipresente Monalisa tornou-se uma salsa. Final feliz ganhou uma levada mais soul. O tão batido hit radiofônico Que nem maré mostra-se de fato dispensável no novo trabalho, e poderia ter sido substituído por alguma de tantas boas músicas que Vercillo possui. Um dos pontos altos do DVD é o momento em que Jorge canta a pungente Devaneio, com introdução de Tenderly (Walter L. Gross/Jack Lawrence), um dos mais lindos e regravados standards da história da música popular. Vercillo já tem uma certa familiariadade com os standards de jazz: ele gravou em 1995, especialmente para a trilha da novela Cara e Coroa, o clássico Secret Love (Sammy Fain/Paul F. Webster), que virou Um segredo e um amor, em versão feita por Dudu Falcão).

O DVD contou com participações especiais de Serginho Moah, vocalista do grupo Papas da Língua, na canção São Jorges (parceria de Vercillo com Jorge Aragão, pinçada do repertório do projeto Coisa de Jorge); Jota Maranhão no samba Filosofia de amor (Jota é antigo parceiro musical de Jorge e co-autor da primeira canção de sucesso do cantor, Encontro das águas, originalmente lançada em 1993, mas que também reaparece no novo DVD, com um ótimo solo do contrabaixista André Neiva); por fim, a melhor das participações, Dudu Falcão, autor de melodias marcantes com letras densas, que faz um número de voz e violão com Jorge Vercillo entoando Coisas que eu sei, que foi sucesso na voz da cantora Dani Carlos. O pernambucano Dudu é parceiro de Jorge em outras composições, tais como Melhor lugar e Deve ser, também presentes no DVD.

As belas canções Voo cego e Ela une todas as coisas, ambas do último disco, constituem também extraordinários momentos do show. Outro grande destaque é Toda espera, que originalmente estava fora do script e acabou voltando com força total no DVD. Na ocasião, o bis do show, Vercillo surpreendeu-se com os pedidos incessantes do público, que cantava em coro essa música. Dessa forma, o cantor resolveu atender os clamores dos fãs e a dita canção acabou se tornando um dos carros-chefes do novo trabalho. Tudo isso é mostrado nos extras do DVD, que ainda exibe cenas de Vercillo no sossego do lar, relembrando antigos sucessos ao violão, em companhia de seus dois filhos e da esposa.

3 comentários:

MIster Teles, o Musical disse...

Fazia um tempinho q eu nao aparecia por aqui e encontrei tanta coisa bacana, me fez bem passear pelo seu blog! Adorei saber noticias do novo trabalho do JOrge Vercillo, os poemas de Bruna Lombardi, a belíssima homenagem as mulheres!
Qto a canção do MIlton q vc citou em meu blog, Phoenix River, eu tb a acho belíssima, vc conhece a historia dela, né? ABração pra vc!

Valdeline Barros. disse...

O DVD é perfeito! :)

Cláudia disse...

O dvd está excelente e adorei Jorge cantando com Jota Maranhão.Os extras foram um presente pra nós saudosos de tantas belas músicas que ele não toca mais nos shows.

Simões, você fala sobre de Jorge sempre com muita propriedade, fico impressionada com tanto conhecimento que tem do trabalho dele.
Intuitivo ou auto-didata o que sei é que você tem o dom da escrita e da palavra.
Te adoro, viu?

Beijos!
Cláudia